Meritocracia: uma lição de José Goldemberg

__________Quando eu era aluno na USP, o professor José Goldemberg era o reitor. Lembro que uma comissão de alunos do centro acadêmico, do qual eu fazia parte, foi até ele defender o nome de João Palermo Neto para diretor da Faculdade de Veterinária (ele constava da lista tríplice). Goldemberg tinha fama de duro e inflexível, mas isso era o que a esquerda da época gostava de divulgar. Ele recebeu a comissão de alunos e nos ouviu. Semanas depois, o escolhido foi o prof. Palermo. Não achei que a escolha foi por nossa causa, mas certamente isso mostrou que a imagem que se fazia dele era bastante deturpada. Fiquei com uma boa imagem dele que só melhorou com o passar dos anos ao ler suas entrevistas e artigos. Agora, ao ver sua declaração nesta entrevista acerca da importância da meritocracia, confirmo minhas impressões: ele foi e é uma referência de clareza intelectual e coragem, especialmente em tempos de patrulhamento politicamente correto.